Skip to content →

Downloads

Software via DreamSpark

A Universidade de Lisboa disponibiliza aos seus alunos e funcionários diversas aplicações que podem ser obtidas através do OnTheHub. O acesso é feito com as credenciais da faculdade ([username]@fc.ul.pt ou [username]@alunos.fc.ul.pt).

Imagem Linux dos laboratórios

O Departamento de Informática disponibiliza aos seus alunos uma imagem para a criação de uma máquina virtual idêntica ao ambiente Linux (distribuição Xubuntu 20.04) instalado nos laboratórios do Departamento de Informática. Com esta imagem é possível criar uma máquina virtual num computador pessoal através do uso da aplicação VirtualBox, trabalhando nesta tal como acontece no ambiente Linux dos laboratórios. Utilizando esta máquina virtual é possível usar as aplicações presentes no ambiente Linux dos laboratórios e aceder à área de aluno.

Requisitos fundamentais

É necessário dispor de um computador pessoal com as seguintes características:

  • Processador Intel ou AMD (arquitetura x86) de 64bits
  • Mínimo de 4GB de memória RAM
  • Mínimo de 10GB de espaço de armazenamento disponível
  • Sistema Operativo Windows, Linux ou Mac OS (apenas processadores x86)

A criação de uma máquina virtual exige que a tecnologia de virtualização (Virtualization Technology) esteja ativa na BIOS da máquina (consultar a documentação do fabricante). A Informação genérica sobre este procedimento encontra-se em:

Para que possa ser criada a máquina virtual, o computador pessoal deve ter instalada a versão mais recente da aplicação VirtualBox. O VirtualBox está disponível para os sistemas operativos Windows, Linux ou Mac OS (apenas processadores x86). A ligação para descarregar este software e as instruções para a instalação encontram-se em:

Depois de o VirtualBox estar instalado é necessário descarregar e instalar um conjunto de extensões designadas “VirtualBox X.X.X Oracle VM VirtualBox Extension Pack”, onde X.X.X corresponde à versão mais recente da aplicação. A ligação para descarregar estas extensões e as instruções para a instalação são:

Imagem para VirtualBox

Após cumpridos os requisitos fundamentais, é necessário descarregar a imagem da máquina virtual. Esta pode ser encontrada em:

Criação da máquina virtual

Para criar a máquina virtual devem ser seguidas as instruções que se encontram em:

Arranque e terminação da máquina virtual

Antes de iniciar a máquina virtual é preciso assegurar que o computador pessoal está ligado à rede interna da FCUL. 

Se o computador pessoal estiver ligado à rede interna da FCUL pela eduroam então, não é necessário configurar uma rede privada virtual.

Se o computador pessoal não estiver ligado à rede interna da FCUL (eduroam) então terá de ser configurada uma rede privada virtual (VPN), procedendo à sua configuração de acordo com o tutorial específico para o sistema operativo disponível em https://ciencias.ulisboa.pt/pt/vpn. É fortemente recomendado usar o protocolo IKEv2, ou em alternativa, se o anterior não funcionar, IPSec/L2TP.

Nota: Para que a resolução dos nomes dos serviços internos à faculdade funcione na ligação por VPN a máquina não pode ter o DNS fixo de serviços como a Google ou a Cloudflare. 

Após a criação bem sucedida da máquina virtual e a ligação à rede interna da FCUL, a máquina virtual pode ser iniciada clicando em “Start”. O VirtualBox irá abrir uma janela para esta máquina virtual onde pode ser visto o arranque do Linux. Terminado o processo de arranque do Linux, são pedidas credenciais de início de sessão. No sistema Linux já existe um utilizador com permissões de administração (aluno-di). Assim, devem ser usadas as seguintes credenciais:

  • Username: aluno-di
  • Password: aluno-di

Uma vez que, por omissão, já está selecionado o utilizador aluno-di, basta introduzir a password na caixa do formulário de autenticação de acordo com a figura.

Concluída a utilização da máquina virtual, a janela pode ser fechada. São dadas duas opções para terminar a máquina virtual:

  • Guardando o estado da máquina, que permite retomar posteriormente a utilização da máquina virtual mantendo o mesmo ambiente de aplicações em execução
  • Desligando a máquina, fechando todas as aplicações e encerrando o sistema operativo

Utilização da máquina virtual

Uma vez feita a autenticação, é mostrado o ambiente de trabalho tal como na figura.

As aplicações da máquina virtual estão prontas a usar. No entanto, se os alunos pretenderem usar a sua área de aluno da FCUL, tal como acontece quando usam os computadores do laboratório, então terão de montar a sua área de aluno na máquina virtual.

Estando o computador pessoal ligado à rede interna da FCUL (pela eduroam ou por VPN), pode ser montada a área de aluno na máquina virtual. As instruções de montagem da mesma encontram-se no ficheiro de texto “Montar área de aluno.txt” que está no ambiente de trabalho da máquina virtual.

Concluída a montagem da área de aluno a máquina virtual oferece um ambiente idêntico ao da imagem Linux nos laboratórios do Departamento de Informática. A lista de software instalado na máquina virtual encontra-se em Lista de software instalado – Linux – Xubuntu 20.04 LTS
Desta lista apenas não estão instalados os seguintes programas: Anaconda3, Firefox, Google Chrome, Jupyter Notebook, VirtualBox, Wireshark, Xpdf, Zoom.

No final da utilização da máquina virtual deve ser desmontada a área de aluno. As instruções de desmontagem da mesma encontram-se no ficheiro de texto “Desmontar área de aluno.txt” que está no ambiente de trabalho da máquina virtual.

No caso da máquina virtual ter sido terminada sem que a área de aluno tenha sido desmontada, então na próxima utilização, a área de aluno terá de ser primeiro desmontada antes de poder ser novamente montada.

A imagem foi testada na versão mais recente do VirtualBox disponível à data:

– Virtualbox – 6.1.26
– Virtualbox Extension Pack – 6.1.26

Última atualização: 08/10/2021.

Translate »