ADMIN DI-FCUL

Administração de Sistemas Informáticos

Regulamento de Utilização dos Laboratórios do Departamento de Informática da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Artigo 1º

Âmbito

O presente regulamento estabelece as regras para os utilizadores dos Laboratórios do Departamento de Informática (DI) da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), com vista a uma utilização que seja simultaneamente de qualidade, ordeira, e satisfatória.

Artigo 2º

Acessibilidade

Os laboratórios situam-se no edifício C1 da FCUL e encontram-se abertos 24 horas por dia, excluindo o período destinado a limpeza dos respetivos espaços.

Artigo 3º

Utilizadores

Entende-se por utilizador qualquer aluno devidamente inscrito em qualquer unidade curricular cuja responsabilidade pertença ao Departamento de Informática da FCUL.

Artigo 4º

Utilização dos equipamentos

  1. É proibida a instalação de qualquer peça de hardware nos equipamentos existentes nos laboratórios do DI, excluindo dispositivos de armazenamento USB.
  2. É proibida a abertura de qualquer PC, exceto a pessoal autorizado.
  3. A utilização de portáteis é apenas permitida nas seguintes condições:
  • a) Nas salas devidamente identificadas para o efeito;
  • b) Apenas poderão ser utilizadas as tomadas elétricas destas salas e desde que a sua utilização não implique desligar qualquer Hardware do DI;
  1. É proibido mover qualquer tipo de hardware.
  2. É proibido o uso indevido do material existente nos laboratórios do DI.

Artigo 5º

Prioridade na utilização

  1. A utilização de máquinas é prioritária para execução de trabalhos de unidades curriculares, tendo os alunos a obrigação de ceder o posto ocupado para outros fins se não houver mais máquinas livres, num prazo de 10 minutos.
  2. É proibido deixar máquinas com a área aberta sem o detentor da área presente.
  3. Em caso de ausência prolongada do detentor da área, a qual corresponde a mais de 10 minutos, qualquer utilizador tem direito a encerrar a área aberta e passar a ser ele o utilizador desse equipamento.

Artigo 6º

Códigos de acesso às áreas pessoais

  1. Os alunos são responsáveis pela segurança de suas contas e códigos de acesso.
  2. A conta e o respetivo código de acesso são atribuídos a um utilizador, sendo o seu empréstimo expressamente proibido.
  3. Os utilizadores devem avisar imediatamente a Administração de Sistemas do Departamento de Informática relativamente a qualquer suspeita de tentativa de violação da segurança.

Artigo 7º

Utilização das salas

  1. As respetivas salas devem ser mantidas em bom estado, devendo ficar sempre arrumadas e limpas.
  2. Os computadores e monitores não podem sair da respetiva mesa onde se encontram.
  3. As mesas não podem ser retiradas do seu respetivo espaço e a configuração das mesmas deve ser mantida.
  4. As cadeiras, após a sua utilização, devem ficar sempre arrumadas à frente da respetiva mesa.
  5. As mesas devem ficar limpas, sem qualquer tipo de lixo.
  6. Não é permitido deitar lixo para o chão.
  7. É expressamente proibido fumar, comer e beber nos laboratórios.
  8. Não é permitido qualquer tipo de conduta que incomode os colegas de trabalho, de forma a ser garantida a manutenção de um nível de ruído baixo.
  9. É proibida a utilização de objetos que possam incomodar o funcionamento dos laboratórios, nomeadamente, rádios, televisões e colunas de som ligadas aos computadores.

Artigo 8º

Infrações

  1. Os utilizadores que não respeitem as regras previstas no presente regulamento, poderão ser responsabilizados nos termos do artigo 75.º do Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior (RJIES), aprovado pela Lei n.º 62/2007, de 10 de setembro, e do artigo 3.º do Estatuto Disciplinar dos Trabalhadores que Exercem Funções Públicas, aprovado pela Lei n.º 58/2008, de 9 de setembro, atualizado pelo Decreto-Lei n.º 74/2013, de 5 de abril, subsidiariamente aplicável por força da alínea c) do n.º 2 do artigo 75.º do RJIES.
  2. As infrações que constituam matéria criminal serão objeto de seguimento em instância policial, sem prejuízo do previsto no número anterior.
  3. Adicionalmente, as consequências inerentes ao desrespeito pelas normas plasmadas no presente Regulamento são as seguintes:
    • a) Empréstimo de área implica o fecho da área pessoal durante sete dias;
    • b) Abandono de uma área aberta implica o fecho da área pessoal durante sete dias;
    • c) Apropriação e uso de uma área implica o fecho da área pessoal durante 15 dias;
    • d) Instalação e/ou execução de software não autorizado (nos quais se incluem quaisquer tipos de jogos) implica o fecho da área pessoal durante sete dias;
    • e) Utilização de Hardware não autorizado implica o fecho da área pessoal durante sete dias;
    • f) Utilização indevida do equipamento do DI implica o fecho da área pessoal durante 30 dias;
    1. Qualquer outra consequência decorrente do desrespeito pelas normas de funcionamento do DI será decidida pelo Professor responsável pela Administração de Sistemas do DI;
    2. A reincidência do desrespeito pelas normas constantes deste Regulamento terá como consequência o agravamento das penalizações.

    Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, 14 de outubro de 2013

© 2013 - 2015 ADMIN DI-FCUL